Vendas de imóveis usados registram a segunda queda seguida no Estado

Em abril, as vendas de imóveis usados tiveram a segunda queda seguida no Estado, conforme pesquisa feita com 1.161 imobiliárias de 37 cidades pelo Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo), incluindo Araçatuba. O número de casas vendidas foi 15,19% menor em relação a março, quando as vendas haviam recuado 12,47%. O índice de vendas caiu de 0,3585 em março para 0,3040 em abril. As pesquisas do Creci-SP também mostram que os primeiros quatro meses do ano acumulam redução de 12,32% no total vendido.

Apesar de não ter dados específicos de Araçatuba, o delegado regional do Creci-SP, Izaias Bittencourt Dias Sobrinho, diz que o índice reflete a realidade local. “Neste ano, houve restrição no crédito, que afetou principalmente o mercado de imóveis usados, que deve sentir ainda mais retração nas próximas pesquisas”, explicou, referindo-se às mudanças anunciadas pela Caixa Econômica Federal, em vigor desde maio.

Foram, ao todo, três medidas. A primeira é o limite de financiamento de imóveis novos, que passou a ser de 90% do total do valor. Além disso, para usados, o teto passou a ser de 50% do total do imóvel, dentro do SFH (Sistema Financeiro da Habitação), ou seja, residências que valem até R$ 750 mil nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal. A terceira medida engloba imóveis mais caros. Para usados acima de R$ 750 mil, enquadrados no SFH, o limite de financiamento agora é de 40%.

Fonte: Folha da Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *