Vendas de imóveis usados crescem 22% em SP, mas preço médio cai

A venda de imóveis residenciais usados na cidade de São Paulo cresceu 22% de janeiro a maio deste ano, na comparação com igual período de 2016. É o que aponta balanço da Lello, administradora e imobiliária paulistana com filiais na capital paulista, ABC, interior e litoral. Continuar lendo Vendas de imóveis usados crescem 22% em SP, mas preço médio cai

Vendas de imóveis novos em SP cresce pelo terceiro mês seguido

O mercado imobiliário na capital paulista registrou pelo terceiro mês seguido aumento no número de vendas e expansão no lançamento de unidades, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira (17), pelo Sindicato de Habitação de São Paulo (Secovi-SP). Continuar lendo Vendas de imóveis novos em SP cresce pelo terceiro mês seguido

Vendas de imóveis novos em SP caem 30% em novembro, ante mesmo mês de 2015

SÃO PAULO – As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo em novembro de 2016 somaram 1.724 unidades, volume 14,4% superior a outubro do mesmo ano e 30,3% inferior a novembro de 2015. Continuar lendo Vendas de imóveis novos em SP caem 30% em novembro, ante mesmo mês de 2015

Os bairros mais caros para comprar um imóvel em SP

SÃO PAULO – A Vila Nova Conceição, na Zona Sul de São Paulo, registrou o metro quadrado mais caro para compra em novembro, de acordo com o ranking  realizado pela portal imobiliário VivaReal. Segundo o levantamento, o preço médio para os imóveis no bairro chega a até R$ 16.273,00 por metro quadrado.

Com relação ao preço médio do m2 para venda em São Paulo, o valor alcançou R$ 6.867,00 em novembro, contra uma média nacional de R$ 4.870,00. A pesquisa aponta ainda, que a cidade de São Paulo é a terceira na lista dos preços mais altos do país, atrás apenas do Rio de Janeiro (R$ 7.333,00/m2) e de Brasília (R$ 8.235,00/m2).

Dentre os bairros maios procurados para compra em novembro, Vila Mariana (Zona Sul), Bela Vista (Centro) e Tatuapé (Zona Leste) ocupam as primeiras posições.  Em seguida aparecem Pinheiros (Zona Oeste), Butantã (Zona Oeste), Moema (Zona Sul) e Perdizes (Zona Oeste).

Confira o ranking dos bairros mais caros para venda em novembro:

Bairro Região  Valor do m
1 Vila Nova Conceição Zona Sul R$ 16.273
2 Jardim Europa Zona Oeste R$ 15.493
3 Jardim Luzitânia Zona Sul R$ 13.333
4 Jardim Paulistano Zona Oeste R$ 12.564
Itaim Bibi Zona Sul R$ 12.032
6 Vila Gertrudes Zona Sul R$ 11.486
7 Vila Olímpia Zona Sul R$ 11.434
8 Jardim América Zona Sul R$ 11.429
9 Cidade Monções Zona Sul R$ 11.124
10 Vila Uberabinha Zona Sul R$ 11.077

Fonte: InfoMoney

Vendas de imóveis residenciais sobem 35,5% em outubro, aponta Secovi-SP

São Paulo – As vendas e os lançamentos de imóveis na capital paulista tiveram alta em outubro frente ao mesmo mês do ano passado, de acordo com pesquisa divulgada nesta terça-feira, 13, pelo Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP). No acumulado do ano, porém, o setor teve retração nas operações. Continuar lendo Vendas de imóveis residenciais sobem 35,5% em outubro, aponta Secovi-SP

Vendas de imóveis residenciais novos na capital paulista crescem 23% em setembro

SÃO PAULO (Reuters) – As vendas de imóveis residenciais novos na capital paulista em setembro cresceram 23,3% ante o mesmo período de 2015, para 1.717 unidades, no segundo melhor desempenho do ano e reforçando expectativas de melhora na conjuntura econômica do país, informou nesta quinta-feira (10) o Secovi-SP. Continuar lendo Vendas de imóveis residenciais novos na capital paulista crescem 23% em setembro

Vendas de imóveis recuam 32,9% em agosto em SP

Foram vendidas 1.078 unidades residenciais novas na cidade de São Paulo, segundo o Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP. O resultado é 30,2% superior ao total vendido em julho (828 unidades) e 32,9% abaixo do volume de vendas de agosto do ano passado (1.606 unidades). Continuar lendo Vendas de imóveis recuam 32,9% em agosto em SP

Secovi-SP estima vendas de 16 mil imóveis residenciais novos em 2016

São Paulo, 30 – O ambiente de crise econômica, associado ao elevado volume de distratos, tende a manter o mercado imobiliário em baixa neste ano. Na capital paulista, a perspectiva é que as vendas de imóveis residenciais novos totalizem 16 mil unidades em 2016, ante um patamar de 20,1 mil em 2015. Já os lançamentos devem totalizar 17 mil unidades neste ano, ante 23 mil no ano passado, de acordo com estimativas apresentadas pelo economista-chefe do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), Celso Petrucci, durante palestra no Congresso Lares 2016, organizado pela Associação Latinonamericana de Mercado Imobiliário (Lares, na sigla em inglês). Continuar lendo Secovi-SP estima vendas de 16 mil imóveis residenciais novos em 2016

Desistências e queda nas vendas de imóveis abatem lucro de construtoras

As construtoras brasileiras continuam sentindo os efeitos da crise. Além das vendas de imóveis continuarem em queda, as compras na planta estão sendo canceladas (o chamado distrato). Continuar lendo Desistências e queda nas vendas de imóveis abatem lucro de construtoras

Vendas de imóveis novos crescem 4,4% em SP no 1º tri, mas lançamentos caem 23%

As vendas de imóveis residenciais novos em São Paulo cresceram 4,4% no primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período de 2015, para 2.856 unidades, de acordo com dados do Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Continuar lendo Vendas de imóveis novos crescem 4,4% em SP no 1º tri, mas lançamentos caem 23%