Feirão da Caixa: cuidados antes de fechar a compra de um imóvel no evento

O Feirão da Caixa Econômica, que vai acontecer de 26 a 28 de maio, no Riocentro, é sempre esperado por quem deseja realizar o sonho da casa própria. Na edição deste ano, de acordo com as construtoras, haverá unidades com valores a partir de R$ 117 mil, e grande parte se enquadra no programa habitacional “Minha casa, minha vida”. Para fazer simulações de financiamento, leve CPF, RG e comprovantes de residência e de renda.

Para não errar na compra, reunimos dicas do presidente da Associação de Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), Claudio Hermolin, e de Sérgio Cano, professor de marketing imobiliário e produtos financeiros imobiliários da Fundação Getulio Vargas. Confira:

— Se prepare adequadamente para o feirão. Antes, faça uma pesquisa pela internet, usando um filtro que considere a localização, o preço e o tipo de imóvel que procura. “Assim, quando chegar lá com algumas possibilidades em vista, pode fechar com quem oferecer as melhores condições”, diz Claudio.

— Não se empolgue no primeiro estande que entrar. Visite vários e compare as condições, o tipo de produto e analise o custo-benefício. O corretor vai fazer o papel dele de tentar vender e, ao cliente, cabe ter calma e tranquilidade. “E lembre-se: na crise, o poder de barganha do comprador é bem maior”, aconselha Sérgio.

— Faça a conta e analise seu orçamento de forma bastante conservadora. Lembre-se que a prestação não pode comprometer mais de 30% da sua renda.

— Pergunte aos incorporadores o valor estimado do condomínio, mesmo que o prédio ainda esteja em obra, para você poder calcular seus gastos. Uma boa infraestrutura de lazer representa mais custos.

— As empresas costumam trabalhar com um preço especial e descontos para o feirão, mas não se sinta obrigado de fechar o negócio no evento. A compra da casa própria não deve ser feita por impulso.

MRV

A empresa levará imóveis com preços a partir de R$ 144 mil e condições exclusivas para pagamento que incluem parcelamento da entrada em até 36 vezes, subsídio de até R$ 47 mil para os imóveis que se enquadram no programa do governo “Minha casa, minha vida”. Haverá imóveis na Zona Norte e Oeste. Entre os residenciais de destaque no feirão estão: Park Real Resort, Parque Recanto das Flores, Parque Rockfeller e Parque Riviera Maia.

Living

Estarão disponíveis unidades em diversos bairros da cidade, como Andaraí, Barra da Tijuca, Cachambi, Camorim, Del Castilho, Grajaú, Jacarepaguá, Recreio e São Cristóvão a partir de R$ 200 mil.

Cury

No evento, a empresa anunciará o empreendimento Completo Jacarepaguá, com ampla área de lazer. A empresa também vai lançar a nova modalidade comercial batizada de “compra definitiva”. O interessado em comprar um imóvel terá o seu financiamento agilizado de, no máximo, 15 dias.

Direcional

A empresa levará para o evento mais de mil imóveis em seis empreendimentos residenciais que fazem parte das Faixas 2 e 3 do MCMV e um pré-lançamento, dentro do Faixa 1,5. Os interessados poderão se cadastrar na pré-venda do residencial que será erguido em Santa Cruz, com lançamento previsto para esse ano. Também estarão no feirão o Parque Ville Campo Grande (na foto, a partir de R$ 167 mil), o Reserva Natura Camorim (a partir de R$ 225 mil), o Conquista Tomás Coelho (a partir de R$ 166 mil), Conquista Nova Iguaçu (a partir de R$ 151 mil) e o Conquista Itaboraí (a partir de R$ 117 mil).

Sawala Imobiliária

A imobiliária vai aceitar carro como parte de pagamento (avaliação de até 90% pela tabela Fipe), FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e ainda terá uma estrutura que vai permitir que o financiamento será aprovado na hora. Serão imóveis entre novos, usados e em construção das principais construtoras, nos bairros das zonas Norte e Oeste. O valor médio pedido pelas unidades será de R$ 200 mil.

Azul

A empresa levará mais de 300 unidades dentro e fora do “Minha casa, minha vida”. Entre os destaques está o primeiro empreendimento da faixa 1,5 do programa habitacional de seu portfólio, o Residencial Diamantino, em Santíssimo, com 160 apartamentos de dois quartos, a partir de R$ 138 mil. O subsídio pode chegar a R$ 47.500.

MDoito

Vai lançar a segunda fase do Ekos Monjolos, em São Gonçalo, que terá apartamentos a partir de R$ 125 mil.

Even

Levará cerca de 100 unidades de imóveis residenciais e comerciais disponíveis para venda no feirão de imóvel. Com unidades residenciais a partir de R$ 339 mil, a empresa terá imóveis em bairros como Recreio, Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Cachambi, Campo Grande, Centro e Botafogo.

Fonte: EXTRA

Salvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *